Está rolando o desafio #10yearschallenge no Instagram, onde várias pessoas postaram fotos de como suas aparências mudaram depois de dez anos e isso me fez refletir sobre outra coisa.

Imagem: Candidly Keri

Será que somente mudamos nossa aparência ou mudamos a nossa forma de pensar e de agir? A Carol de 2009 era uma menina de 16 anos que gostava de ficar no msn e jogando no seu antigo Ps1. Eu tinha muitos sonhos naquela época, e alguns deles se concretizaram, porque a mudança começou nas minhas atitudes e isso resultou em resultados que eu jamais pensei que fossem acontecer há 10 anos atrás.

Durantes esses anos muitas coisas aconteceram na minha vida, terminei meu ensino médio com 18 anos e logo comecei a trabalhar, depois de 4 anos eu comecei meu curso de Design de Interiores e no decorrer do mesmo período de curso, criei meu blog, preparei meu casamento e me casei com 23 anos. Depois dessa vida corrida, eu e o Jefferson decidimos nos aventurar nesse mundão e tentar ter uma vida mais estável.

Quanta coisa louca aconteceu né? Mas isso me fez crescer muito até hoje. A Carol do ensino médio pensava em fazer faculdade de moda e acabou se apaixonado por Design de Interiores e além disso, ela enfrentou a ansiedade forte durante esse período onde me fez perceber o quanto ela era forte, o quanto ela tinha capacidade de estudar novamente, trabalhar, ter uma vida social e também de se dedicar ao seu tratamento que levou 2 anos.

A Carol da faculdade jamais pensou em se casar antes de terminar o que tinha planejado anteriormente e isso aconteceu, ela conheceu um homem maravilhoso que a compreendeu e a ajudou desde o ínicio lá em 2012 (lembro como se fosse ontem), além disso, ele juntamente com seus pais ajudaram-a a ficar bem da ansiedade e ela pôde ter um dos dias mais felizes de sua vida em 2015.

E a Carol de hoje é outra completamente diferente dos anos anteriores, como pode né? Hoje eu aprendi a dar valor a cada detalhe do dia, tudo o que acontece na minha vida, tudo o que eu deixei de viver e que me arrependo, mas isso não é uma coisa ruim, muito pelo contrário, isso tem me ajudado a enfrentar a solidão, a espera, a angústia que estão caminhando comigo durante o intercâmbio.

Eu posso dizer que me sinto culpada e realizada ao mesmo tempo, culpada por não ter feito muito mais por quem estava perto de mim, mas realizada por estar escrevendo isso de um dos lugares que eu jamais na minha vida pensei em estar e isso é uma conquista imensa na minha vida, em que eu agradeço à Ele todos os dias.

E por fim, a aparência mudou. Hoje carrego marcas de uma vida incrível, de 26 anos bem vividos e com o melhor de tudo, me amando cada dia mais desse jeitinho que sou. E você, além da sua aparência, o que você mudou mentalmente e espiritualmente? 🙂

Posted by:Carol Pinheiro

26 anos, designer de interiores, ama animais, bichinhos de pelúcia e videogame. Espia o blog, porque tem muita diversidade e assuntos interessantes para compartilhar com vocês.