Quando você percebeu que hoje em dia você valoriza muito mais aquilo que passava despercebido? O Together sugeriu 3 temas esse mês, o que mais me chamou atenção foi o sobre as pequenas coisas. Acompanhando esse universo de blogueiras incríveis, decidi que o meu tema era esse, a valorização do agora.

Florzinhas num jardim alheio perto da minha casa

Quando a pandemia chegou, comecei a perceber que as pessoas começaram a dar valor no agora e, parar repentinamente foi um baque para todos. Vi muitas pessoas passando mais tempo com as famílias, ficando em casa depois de uma vida de viagens, cozinhando, etc.

Acredito que isso fez com que as pessoas valorizassem o que elas tinham no dia a dia, o que muitas vezes mal prestamos atenção.

Depois que casei comecei a perceber que sempre poderia fazer algo a mais. Um exemplo foi quando percebi que poderia passar mais tempo com a minha mãe. E isso tem se estendido até hoje. Passar mais tempo com ela me ajudou a melhorar em inúmeras coisas, tanto na minha relação com a nova vida, quanto com relação dentro da minha casa (casa dos meus pais, mas sempre será meu lar).

Através dela, comecei a enxergar muitas coisas boas que posso fazer por mim e por quem amo. Vou listar algumas coisas que julgo importantes para a minha felicidade diária.

Passei a ligar para minha mãe todos os dias

E por chamada de vídeo. Sim, todos os dias ligo para ela, faça chuva ou faça sol. Comecei a ter uma frequência depois que viajei para Irlanda e ao ver ela todos os dias me faz sentir como se estivesse em casa junto com ela, apesar de toda essa distância.

Me divertir mais

Comecei a parar de me cobrar tanto e passei a me distrair mais. Eu vivia numa vida cheia de cobranças, de ter que fazer todas as obrigações e só depois, se tivesse tempo, parava e relaxava. Hoje valorizo meus jogos que me trazem alegria e que me fazem esquecer um pouco o caos que estamos vivendo.

Cuidar mais da minha saúde

Da mesma forma que parecia que nunca tinha tempo para nada e nem para fazer 10 minutos de exercícios por dia, comecei a dar um tempo para isso. Estou parando diariamente para fazer esses 10 minutos pelo menos, e isso com o pensamento todo voltado a cuidar da saúde agora, para no futuro estar bem.

Passar mais tempo com meus amigos

Essa pandemia me trouxe ainda mais uma reaproximação com meus amigos. Quando estávamos no caos do dia a dia, quase não tinha tempo para falar um oi, hoje sinto que precisava parar para ver o quanto é importante manter a conversa com eles.

Dedicar – se mais ao Jefferson

Para quem não sabe, Jefferson é o meu marido. Assim que ele começou a trabalhar de casa, ficamos ainda mais unidos. Depois que passamos praticamente 1 ano separados, hoje estamos juntos até demais, haha. Com isso, estamos saindo para ir ao mercado juntos, inventando algumas receitas novas e curtindo ainda mais a casa que conseguimos.

A ansiedade parece que sumiu

E por fim, uma das coisas que sempre me cegava e fazia com que eu não aproveitasse o agora. Para quem é ansioso, sabe que só pensamos no futuro que talvez nem exista como nós imaginamos. Estar cercados de pensamentos negativos é ruim em todos os sentidos. Com essa “obrigação” de ficar dentro de casa, o que posso fazer é parar, sentar e aproveitar aquilo que está ao meu redor, que é a minha família, meus amigos, meu marido e esquecer um pouco do que está acontecendo lá fora, porque como o Jefferson fala, não podemos fazer nada, só nos resta esperar, ficar calmos e nos cuidarmos… E ele tem toda razão!

Juntando todo esse combo de coisas diárias e importantes, o agora é o que importa nas nossas vidas e espero que logo logo estaremos mais focados em viver bem e o hoje, como já deveríamos ter feito. 🙂

Posted by:Carol Pinheiro

26 anos, designer de interiores, ama animais, bichinhos de pelúcia e videogame. Espia o blog, porque tem muita diversidade e assuntos interessantes para compartilhar com vocês.