Olá leitores da Carol. Estou de volta pra trazer um papo gamer pra vocês. Hoje vou falar de um jogo em específico: Life is Strange.

life-is-strange-listing-thumb-01-us-06feb15
Imagem Reproduãço: PlayStation

Há algum tempo vem se tornando “comum” o lançamento de jogos que são lançados em episódios, como se fosse uma série, novela… Ou seja, você joga o primeiro episódio e espera ansiosamente pela continuação, que geralmente leva algumas semanas para ser lançada.

Em alguns pontos eu vejo isso como positivo. Você pode comprar o primeiro episódio do jogo por um preço bem atrativo e, caso ele desperte seu interesse, você compra os outros. Caso não goste, você não terá gasto tanto em algo que não te agradou.

No caso de Life is Strange, eu recomendo MUITO que você já compre todos os episódios, que são 5 no total. Além de uma história ótima, a trilha sonora do jogo é simplesmente sensacional.

O estilo do jogo é “point and click”, ou seja, aponte e clique. Basicamente você movimenta o personagem e aperta um botão para realizar as ações. Parece chato falando assim, mas sugiro dar uma chance para o primeiro episódio antes de julgar.

life-is-strange
Imagem Reprodução: Jovem Nerd

Um dos pontos altos do jogo é o enredo. Ele é contado da perspectiva de Maxine Caulfield, ou apenas Max. Ela é estudante de fotografia de uma renomada escola de artes e ciências. O jogo começa com Max no farol da cidade, que está sendo destruído por um enorme tornado. De repente, ela acorda na aula, debruçada na mesa e entre seu material de escola. Então ela decide ir ao banheiro e presencia um assassinato de uma menina. No auge do desespero, Max volta no tempo e acorda novamente na sala de aula, revivendo tudo que acabara de passar. Como tudo acontece da mesma forma de antes, ela corre para o banheiro na tentativa de salvar a menina, usando seu recém descoberto poder. A menina na verdade é sua amiga de infância. Elas ficam juntas novamente e se dirigem ao farol da cidade, onde Max revela sua habilidade e percebe que o tornado não era um sonho, mas uma previsão do futuro, um desastre para a cidade.

life-strange-episode-5-finale
Imagem Reprodução: International Business Time

Não vou entrar em mais detalhes da história para não dar spoilers. Mas vou detalhar como o jogo funciona.

Em praticamente todos os diálogos você escolhe o que será dito e, em muitas outras ações também. E essas escolhas afetam como a história vai continuar. Um passo errado pode causar a morte de alguém, ou te colocar numa situação de perigo por exemplo. Mas essas escolhas nem sempre se baseiam em certo ou errado. Muitas vezes elas envolvem escolhas éticas, morais ou pessoais mesmo, você vai escolher de acordo com o que acha certo. E isso torna a experiência diferente para cada um que joga, com diferentes finais para o enredo.

O roteiro é um tanto quanto adolescente, mas não vejo como um problema, visto que é bem contado e, até certo ponto, tem bastante variáveis que mudam com suas escolhas.

E como disse anteriormente, apreciem muito a trilha sonora do jogo. Ela faz toda a diferença e complementa a ambientação, melhorando muito a experiência do jogador.

Life is Strange está disponível para PC, PS3, PS4, XBOX 360 e XBOX ONE e tem legendas em Português.

Um abraço e até a próxima!

(OBS: EU CHOREI NO FINAL DO JOGO, rs)

Posted by:Jefferson Zanini

Administrador de redes e amante da tecnologia.